sexta-feira, fevereiro 24, 2006

Focaccia com Alecrim


Focaccia com Alecrim
Originally uploaded by Receita do Dia.
Ingredientes :
4 tabletes de fermento fresco para pão (60 g)
2 xícaras de leite morno (480 ml)
¾ de xícara de manteiga (150 g) em temperatura ambiente
¾ de xícara de açúcar (135 g)
1 colher de chá de sal
1 kg de farinha de trigo + um punhado para polvilhar a forma
¼ de xícara de azeite de oliva (60 ml)
3 ramos de alecrim desfolhados (sem aquele galhinho duro, só com as folhas)
1 colher de chá de sal grosso (aquele para churrasco)

Como Fazer:

1. Em uma tigela grande, esmague os tabletes de fermento e junte a eles uma colher de sopa de açúcar. O fermento vai ficar líquido. Adicione meia xícara de leite morno, mais uma colher de sopa de farinha de trigo, misture bem, cubra com um pano e deixe descansar. A mistura vai virar uma espécie de esponja. Num dia quente, isso não leva mais do que 10, 15 minutos.
2. Sobre essa esponja, derrame o restante do leite, a manteiga em temperatura ambiente, o restante do açúcar, o sal e misture bem com uma colher de pau.
3. Vá adicionando a farinha aos poucos e mexendo com a colher até que a massa fique consistente o bastante para amassar com as mãos. Continue a incorporar a farinha, desta vez com a mão na massa. Coloque menos farinha de cada vez, para ficar mais fácil de trabalhar a massa. Utilize toda a farinha do pacote.
4. Deixe a massa descansar, coberta por um pano, por 30 minutos.
5. Nesse momento, ligue o forno na temperatura média e polvilhe uma assadeira bem grande com farinha. Não é necessário untar.
6. Passados os 30 minutos de descanso, arrume a massa na assadeira polvilhada. E agora vem a melhor parte: com as pontas dos dedos, faça buraquinhos em toda a superfície da massa. Derrame o azeite e espalhe delicadamente com as mãos. Polvilhe com o alecrim e o sal grosso.
7. Leve ao forno médio preaquecido até dourar.

Tempo estimado: umas duas horas de entretenimento.

Dicas (ou “lições que aprendi hoje”)
- Não subestime o poder de um bom avental...
- Quando a massa vai ficando mais durinha, diminua a quantidade de farinha que você adiciona a cada vez, para ficar mais fácil de misturar. No finalzinho, eu apenas polvilhava a bola de massa e amassava até a farinha sumir novamente.
- A massa não é salgada, então imagino que possa trocar a cobertura por pedacinhos de queijo e goiabada, farofa doce, maçã cozida com canela...

quinta-feira, fevereiro 23, 2006

Participe da Campanha!!!


Amiga Leitora Prendada e Amigo Leitor Esforçado:

Venho por meio desta convidá-la(o) gentilmente a Libertar a Dadivosa que existe dentro de você.

Afetuosamente,

A Autora ;*

quarta-feira, fevereiro 22, 2006

Palitinhos de Iogurte e Cebola

Ingredientes:
Massa
500 g de farinha de trigo
200 g de manteiga ou margarina gelada
1 pacote de sopa ou creme de cebola em pó
½ xícara de queijo parmesão ralado
125 ml de iogurte natural
1 ovo
1 colher de sobremesa de sal
1 colher de sobremesa de fermento em pó

Cobertura
1 ovo
1 colher de sopa de azeite de oliva
sementes de gergelim e/ou tempero “Lemon & Pepper” (ou Pimenta Limão, depende do fabricante)

Como fazer:
1. Ligue o forno para preaquecer.
2. Peneire a farinha em uma tigela grande. Junte a margarina gelada, em pedacinhos, e vá esfarelando a mistura com a ponta dos dedos, até virar uma farofa úmida. Reserve.
3. Bata o restante dos ingredientes da massa no liquidificador.
4. Incorpore a mistura do liquidificador na farofa e amasse bem com as mãos. Se estiver muito seco e a massa não der liga, junte mais uma colher de sopa de iogurte e continue amassando. A massa é mais dura mesmo.
5. Divida a massa em três. Abra cada parte da massa com um rolo sobre superfície enfarinhada. Corte tirinhas de mais ou menos 10 cm por 0,5 cm.
6. Para fazer a cobertura, bata o ovo com o azeite e pincele a mistura sobre as tirinhas. Depois polvilhe gergelim ou pimenta limão e leve ao forno preaquecido a 200 ºC.
7. À medida que retirar do forno, deixe esfriar sobre uma grade para não transpirar.

Dicas:
- Os palitinhos assam em poucos minutos
- Dividi a massa em três, para não desanimar na hora de esticar com o rolo ;)
- A primeira parte fiz sem cobertura, a outra foi com gergelim e a terceira com pimenta limão (minha preferida).
- Como
não tenho a tal grade para esfriar biscoitos, improvisei com uma peneira bem grande sobre uma tigela. Quando os palitinhos estavam mornos, passava para uma assadeira e deixava num lugar mais fresco.
- Reserve um tempo para fazer a receita com calma. No meu caso, a função durou duas horas.

Canja Dadivosa


Canja Dadivosa
Originally uploaded by Receita do Dia.

Ingredientes:
2 peitos de frango sem pele
1 tablete de caldo de galinha
4 cenouras grandes cortadas em cubinhos
4 grãos de pimenta-do-reino
1 cebola inteira espetada com 4 cravos-da-índia
1 xícara de arroz cru
sal a gosto
salsinha fresca

Como Fazer:
1. Coloque em uma panela: os peitos de frango inteiros, as cenouras, a pimenta e a cebola. Cubra com água fria, leve ao fogo e deixe ferver.
2. Uma espuma branca vai subir à superfície. São impurezas que turvam o caldo. Com uma colher, retire essa espuma com cuidado e descarte.
3. Junte o arroz e o caldo de galinha, prove o sal e deixe em fogo brando até que o frango esteja cozido.
4. Retire os peitos de frango, desfie-os ou corte-os em cubinhos e devolva-os à canja.
5.Quando o arroz estiver cozido, desligue o fogo, coloque a salsinha e tampe a panela
Sirva com um fio de azeite de oliva e torradinhas.

terça-feira, fevereiro 21, 2006

Broa de Milho


Broa de Milho, originally uploaded by Receita do Dia.

Fiquei com preguiça de digitar, mas faço exatamente como manda a receita.

!! Clique na imagem para ver a receita !!

Dicas:
- O fubá vai só pra polvilhar mesmo.
- Não se afobe! Deixe crescer até dobrar de tamanho mesmo, para ficar gostoso.

Liberte a Dadivosa que existe em você!

Clique na imagem para ler as instruções ;)

quinta-feira, fevereiro 09, 2006

Feijão Gostosinho

Ingredientes
2 xícaras de feijão rajadinho (ou carioquinha... não sei mais como chama)
água
sal a gosto
1 colher de sopa de azeite
1 cebola bem picadinha
1 pedaço de paio
1 dente de alho amassado
2 folhas de louro

Como Fazer

1. Escolha o feijão, jogando fora os grãos que estiverem feios e/ou murchos.
2. Coloque o feijão na panela de pressão e encha com água até 2/3 da capacidade da panela. Feche bem a panela e leve ao fogo.
3. Coloque o paio em uma panelinha com água e leve para aferventar. Com isso, você tira um pouco do sal e da gordura. Conte uns 5 minutos depois de começar a ferver, desligue o fogo, fatie o paio e reserve.
4. A partir do momento em que a panela do feijão começar a chiar, conte 40 minutos. Desligue o fogo, levante a válvula da panela debaixo de água corrente e espere até sair todo o vapor. Abra a panela e devolva ao fogo baixo, agora com duas folhas de louro e as rodelinhas de paio.
5. Agora, prepare o tempero: frite a cebola no azeite. Quando estiver macia, adicione o alho e mexa bem até os sabores se misturarem. Pegue uma ou duas conchas do feijão que está fervendo na panela e jogue na frigideira, mexendo bem com as costas da concha e amassando os grãos.
6. Coloque essa misturinha na panela de feijão, misture bem e prove. Só agora é que se pode salgar. Se você não tiver muita prática com feijão, é legal colocar o sal de pouquinho em pouquinho para não ficar salgado demais.

segunda-feira, fevereiro 06, 2006

Talharim com Tirinhas de Carne e Berinjela

(Para 3 pessoas)

Ingredientes

400g de contra-filé
1 colher de sopa de vinagre de vinho branco
1 berinjela média
1 lata de tomate pelado
1 pacote de talharim (de preferência, tipo "grano duro")
3 colheres de sopa de azeite de oliva
2 colheres de sopa de salsinha picada (fresca ou seca)
sal a gosto
pimenta-do-reino moída na hora a gosto
queijo parmesão ralado na hora a gosto
água


Como Fazer
1. Corte a carne em tiras bem fininhas, salpique um pouco de pimenta e sal, coloque o vinagre e misture bem.
2. Coloque bastante água para ferver em uma panela grande.
3. Aqueça o azeite em fogo alto numa frigideira grande. Quanto estiver bem quente, coloque as tirinhas de carne e vá mexendo de vez em quando.
4. Enquanto isso, corte a berinjela em tirinhas também.
5. Quando a carne estiver moreninha, junte a berinjela e salpique mais um pouquinho de sal e pimenta (não muito, ok? Se precisar de mais, você pode corrigir depois).
6. Quando a berinjela estiver murcha, jogue a lata de tomate pelado e, com a colher de pau, vá partindo os tomates para que eles soltem mais o suco. Desligue o fogo, coloque a salsinha e reserve.
7. A essa altura, a água já deve estar fervendo. Coloque ¾ do pacote de macarrão na água, mais uma colher de sopa de sal, mexa bem e cozinhe pelo menor tempo determinado no pacote. Por exemplo: se disser “Tempo de cozimento: de 7 a 9 minutos”, calcule 7 minutos. Retire um fiapo do talharim e experimente. Ele deve estar cozido, mas ainda um pouquinho resistente (não cru!!) por dentro.
8. Desligue o fogo da massa, acenda o fogo do molho e escorra o talharim. Coloque o talharim em uma tigela grande, jogue o molho aquecido por cima, salpique com parmesão e sirva.

sexta-feira, fevereiro 03, 2006

Do sótão da vovó...


Do sótão da vovó..., originally uploaded by Receita do Dia.

Salada de Grão-de-Bico*

* precisa começar a preparar umas 12 horas antes

Ingredientes
1 xícara de grão-de-bico seco
água
1/2 cebola beeeem picadinha
1 dente pequeno de alho espremido (opcional e não vale usar alho pronto, porque fica ruim!!)
2 colheres de sopa de salsa picada
suco de 1/2 limão
sal a gosto
azeite de oliva a gosto

Como fazer
1. Colocar o grão de bico em uma tigela grande, cobrir com água e deixar de molho por 12 horas. Se puder, troque a água na metade do tempo.
2. Se você é uma pessoa paciente, continue lendo. Caso queira fazer a receita de um jeito mais rápido e menos trabalhoso, escorra logo os grãos e pule para o item 4.
3. Bom, você vai ver que a "pelinha" do grão-de-bico se soltou um pouco. Como você é uma pessoa paciente e dedicada, você vai tirar essas pelinhas para a salada ficar mais bonita e um pouquinho mais fácil de mastigar (só um pouquinho mesmo). O único jeito que conheço para fazer isso sem desmanchar os grãos é apertá-los, um a um, para soltar a casca. Faça isso ouvindo música, pensando na vida, conversando com o cachorro... até que todos os grãos estejam peladinhos.
4. Coloque os grãos numa panela, cubra com água e leve ao fogo até ferver. Coloque um pouco de sal (usei 1 colher de chá) e deixe cozinhar, até ficar macio, por uns 30 minutos

5. Enquanto o grão-de-bico cozinha, prepare o tempero rapidinho: misture a cebola, o alho, o limão, a salsinha e o azeite. Não salgue ainda!
6. Quando o grão-de-bico estiver cozido, escorra e jogue sobre o tempero enquanto ainda estiver quente. Experimente e coloque mais sal, se precisar. Cubra com um filme plástico e deixe esfriar.

... e essa vai sem foto porque: 1. não fica assim a coisa mais fotogênica do mundo e 2. as fotos que eu fiz ficaram todas fora de foco:(

quinta-feira, fevereiro 02, 2006


Clafoutis de Banana 1
Originally uploaded by Receita do Dia.
Morninho, com açúcar de confeiteiro recém-peneirado por cima.


Clafoutis de Banana 2
Originally uploaded by Receita do Dia.
Fui obrigada a comer um pedaço, pra poder mostrar como fica por dentro ;)

Clafoutis de Banana

Ingredientes
Massa:
5 colheres de sopa de farinha de trigo
5 colheres de sopa de açúcar
3 ovos
2 colheres de sopa de manteiga sem sal derretida em banho-maria
200 ml de leite quente
sal

Recheio:
3 bananas
canela a gosto

Manteiga sem sal para untar e açúcar de confeiteiro o quanto baste

Como fazer:

Acenda o forno.

Unte um pirex com a manteiga e polvilhe o fundo e os lados com bastante açúcar de confeiteiro (mais ou menos meia xícara).

Peneire a farinha de trigo sobre uma tigela, junte ali o açúcar, uma pitada de sal e misture.

Incorpore um ovo inteiro e duas gemas, mexendo bem com um batedor de mão.

Sem parar de bater, adicione a manteiga derretida (morninha, não pode ser quente).

Junte o leite quente, em fio, mexendo sempre. A massa vai ficar bem líquida.

Em outra tigela, acrescente uma pitada de sal às duas claras restantes e bata-as em neve firme. Envolva, delicadamente, as claras em neve na massa líquida.

Corte as bananas em rodelas e coloque-as na forma untada e polvilhada. Polvilhe canela sobre as bananas.

Derrame a massa sobre as bananas e leve o clafoutis ao forno médio por 30 minutos. Ele vai crescer e ficar moreninho.

Retire do forno, polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva morno. Ele vai baixar um pouco e ficar com consistência de pudim, muito levinho.


A receita original, da região de Limousin, na França, é feita com 500 g de cerejas. Fiz com banana por pura preguiça de descaroçar as bichinhas. Mas fica super gostoso... e bonito... daqui a pouco subo as fotos dele.

quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Torta Salgada de Liquidificador

Fiz ontem à noite, com recheio de sardinha (a pedidos). Nem gosto de sardinha, mas sabe que ficou bom?
A receita da massa é prática e combina bem com qualquer recheio: presunto e queijo, seleta de legumes, franguinho desfiado...

Ingredientes
Massa:
2 xícaras de chá de leite
1 xícara de chá de água
50g de queijo parmesão ralado
1 colher de chá de sal
1 xícara de chá de óleo
3 ovos
1/2 xícara de chá de maizena
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
(margarina para untar a forma)

Recheio:
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola média picada
1 lata (250g) de sardinha
1 xícara de azeitonas verdes sem caroço picadas em lascas
aproximadamente 1 xícara de chá de purê de tomate sem tempero
Pimenta do reino moída na hora a gosto (usei 1/2 colher de chá)

Cobertura:
1 a 2 tomates cortados em rodelas muuuuuito fininhas
1/2 colher de sopa de orégano

Acessórios:
Liquidificador
Forma grande, do tipo tabuleiro (a minha tem uns 35cm por 25cm)
Guardanapo ou toalha de papel para ajudar a untar a forma

Como fazer
1. Abra a lata de sardinhas (há!) e limpe-as bem. Isso significa passar uma faquinha (sem serra) delicadamente por cima delas para tirar qualquer vestígio de escamas, abri-las com cuidado e retirar a espinha. Não precisa picar nem "desfiar" as sardinhas, deixe assim mesmo.
2. Acenda o forno para aquecer.
3. Agora vamos começar a fazer o recheio. Coloque o azeite em uma frigideira grande e funda, aqueça em fogo baixo, jogue as cebolas ali e vá mexendo de vez em quando até que elas murchem bem, sem deixar dourar.
3. Coloque as sardinhas na frigideira, dê uma boa mexida com a colher de pau para refogar e também quebrar os filés.
4. Quando estiverem aquecidas,vá colocando o purê de tomate aos poucos para que ele se incorpore à cebola e à sardinha. O molho fica espesso mesmo. Se ficar muito líquido, deixe mais um tempo no fogo para evaporar a água, mexendo sempre.
5. Coloque as azeitonas no molho, ainda com o fogo ligado.
6. Tempere com a pimenta e desligue. Não precisa usar sal, pois a sardinha e a azeitona já são salgadas. Não vale a pena colocar muitos outros temperos diferentes. A graça desse recheio é que ele fica suave e não enjoa. Reserve o recheio na frigideira mesmo.
7. Chegou a hora da massa... coloque todos os ingredientes no copo do liquidificador e bata na velocidade máxima até que a massa fique homogênea. Se um pouco de farinha ou maizena grudar no copo, desligue o liquidificador, raspe com cuidado os cantinhos com uma colher de pau, tampe novamente e torne a bater. A massa fica bem líquida.
8. Unte a forma com margarina.
9. Despeje metade do recheio na forma.
10. Com cuidado e paciência, coloque o recheio sobre a massa. Como a massa é líquida e o recheio é mais pesadinho, precisa ir devagar... o que eu faço (e nem dá tanto trabalho assim) é ir pegar o recheio aos poucos, com uma colher, e deixando cair sobre a massa aos pouquinhos. Não é legal encostar a colher na massa, senão vira uma cacaca, mas também não pode jogar o recheio lá do alto, sacou?
11. Depois de colocar o recheio, tá na hora de cobrir a torta. Aproxime o copo do liquidificador da forma da torta e vá derramando o restante da massa, também com cuidado, para cobrir o recheio.
12. Pegue as fatias de tomate e deite-as sobre a torta, uma a uma, devagar, para elas não afundarem.
13. Pegue o orégano, esfregue-o entre as palmas das mãos e vá pulverizando sobre a torta. Isso serve para ativar o sabor dele. Se jogar direto também funciona, mas não fica tão delicado e gostoso.
14. A essa hora, o forno deve estar bem quente. Coloque a torta para assar e deixe por uma meia hora, ou até a superfície dela ficar moreninha.

A receita original, que testei duas vezes, ficava muito salgada. Ontem resolvi usar uma colher de chá de sal (no lugar uma de sopa, como pedia a receita) e funcionou!